A ALMA DO PAJÉ

Estamos no Tapajós, um rio que nos ensina a viver em equilíbrio com a natureza. Neste lugar, queremos propor um convite à pausa e ao descanso da alma.

Esta viagem começa pelo Pajé, um barco regional em homenagem à figura simbólica da cura, do conhecimento e da sabedoria ancestral dos povos indígenas. Ele nos conduzirá a cenários paradisíacos que mais parecem pinturas, conheceremos pessoas simples de histórias ricas, mergulharemos em águas transparentes e em um universo de vivências inesquecíveis.

Encontraremos uma floresta de energia singular, que nos inspira vida e resistência, e hoje nos pede ajuda. No estilo ribeirinho, alimentaremos o corpo e, sobretudo, a essência.

A partir deste momento, esperamos você para compartilhar um modo diferente de viajar e sentir esta experiência amazônica, onde a simplicidade pode revelar a verdadeira razão de ser.

VIVÊNCIAS NO TAPAJÓS

Desejo de descobrir lugares nos motiva a compartilhar roteiros customizados a partir do tempo de viagem dedicado pelo viajante.

Se for um, três, cinco dias ou até mesmo uma longa jornada, teremos o prazer em realizar um programa específico, com atividades diversas, incluindo uma imersão nos saberes e sabores da cultura local.

Começamos estes dias juntos no Pajé encantados pela energia de nossos rios.

PRAIAS DE RIO

Águas transparentes e areia branca para nunca mais esquecer seus dias no paraíso

  • No Muretá, o banho por vezes é surpreendido pela companhia de botos.
  • Dia de sombra e água fresca em Cajutuba.
  • Mergulho  relaxante ao lado de peixinhos no Lago Preto.
  • Beleza de uma praia esculpida por Ponta de Pedras.
  • Na praia Carapanarí, o convite é se perder nas delícias do renomado chef paraense na Casa do Saulo.
  • Parada para curtir as barraquinhas de comida regional na praia do Pindobal.
  • O pôr do sol na Ponta do Cururu mais parece aquarelas no céu.
 

FLONA – FLORESTA NACIONAL DOS TAPAJÓS

Um encontro com a força da floresta primária revela sua natureza exuberante

  • Banhos de igarapé na comunidade de Jamaraquá.
  • Passeio de canoa em um verdadeiro jardim subaquático.
  • Caminhada para conhecer árvores centenárias e a famosa árvore gigante Samaúma.
  • Para os mais aventureiros uma super trilha na comunidade do Maguari.
  • Visita à produção artesanal com látex, o couro vegetal dos ribeirinhos.
  • Vivências pré-agendadas de rituais do povoado de Bragança da etnia Munduruku.

RESEX – RESERVA EXTRATIVISTA DO TAPAJÓS

 Resgate cultural em busca da valorização histórica dos      antepassados indígenas

  • Conhecer o cotidiano dos povoados de Capixauã e Solimões (da etnia Cumaruara).
  • Visita a uma escola indígena e ao pequeno acervo de artefatos de cerâmica dos povos originários.
  • Passeio de canoa da cabeceira do igarapé até o lago da região.
 

CANAL DO JARI

Onde as águas dos rios Tapajós e Amazonas expressam uma biodiversidade singular

  • Casas de palafita abrem as portas para acolher os viajantes interessados em compreender a rica fauna e flora da região.
  • Vitórias-régias impressionam por seu tamanho, beleza e sabor.
  • Lugar perfeito para quem ama observar revoada de pássaros, como jaçanãs, socós e ciganas.
 

VIVÊNCIAS NO RIO ARAPIUNS

Verdadeiro paraíso perdido e a profunda imersão na vida ribeirinha

  • Cestaria da palha de tucumã tecida pelas mulheres de Urucureá.
  • Visita à criação de peixes e abelhas sem ferrão de Anã.
  • Vivência da farinhada na Comunidade de São Marcos.
  • Parada para conhecer a criação de tartarugas na Comunidade Coroca.
  • Banho de rio nas pontas areia branca em Icuxi e Ponta Grande.
  • Passeio à trilha das castanheiras em Atodi.

ESTRUTURA

Nosso barco possui duas cabines climatizadas com banheiro privativo, que são carinhosamente chamadas de cabanas. São suítes preparadas para acomodar confortavelmente famílias pequenas, casais ou amigos que desejam compartilhar experiências.

A primeira cabana, Auá,  tem uma beliche com cama de casal e cama de solteiro e uma pequena mesa de apoio. A segunda, Etê, possui  beliche com camas de casal e de solteiro. O barco possui uma pequena área de convívio e uma mini-cozinha, além de banheiro social.

No deck superior, foi criado um lounge para relaxar, curtir a viagem ao lado dos amigos, tomando drinks e apreciando as paisagens naturais.

A VIDA A BORDO

O primeiro momento desta experiência é a chegada no Pajé, nosso companheiro de aventura nos próximos dias. O contato inicial é importante para o reconhecimento espacial da vida embarcada.

O modo simples e acolhedor de viajar em um barco regional é um verdadeiro exercício de aprender a despreender-se. A convivência íntima entre passageiros e tripulação estimula o sentimento comunitário. Este entrosamento acontece de forma fluída e a intimidade com a dinâmica própria do barco crescerá a cada dia, sempre respeitando o distanciamento seguro e seguindo as medidas preventivas do protocolo de biossegurança.

A partilha vivida neste ambiente, de fato, simboliza a essência de estarmos todos no mesmo barco.

A FORÇA DA FLORESTA

Somos adeptos ao turismo consciente, buscamos impactar positivamente o meio ambiente com nossas vivências.

Adotamos práticas sustentáveis, como a compostagem dos descartes orgânicos e a reciclagem dos resíduos sólidos, que ajudam a preservar os recursos naturais da região e colaboram com a qualidade de vida das comunidades ribeirinhas.

Respeitamos nossos rios, e, por isso, utilizamos uma caixa de dejetos de 500 litros, adequada a nossa capacidade de ocupação.

915ce120-6fbe-487d-b81b-d96dbe1bc03f

CONTATO:

Telefone [93] 99145-1082
some text

E-mail: embarquepaje@gmail.com

eyJpZCI6IjExIiwibGFiZWwiOiJ4IiwiYWN0aXZlIjoiMSIsIm9yaWdpbmFsX2lkIjoiMSIsInVuaXF1ZV9pZCI6IndlZmoyIiwicGFyYW1zIjp7ImVuYWJsZUZvck1lbWJlcnNoaXAiOiIwIiwidHBsIjp7IndpZHRoIjoiMTAwIiwid2lkdGhfbWVhc3VyZSI6IiUiLCJiZ190eXBlXzAiOiJub25lIiwiYmdfaW1nXzAiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8wIjoiIzgxZDc0MiIsImJnX3R5cGVfMSI6ImNvbG9yIiwiYmdfaW1nXzEiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8xIjoiIzMzMzMzMyIsImJnX3R5cGVfMiI6ImNvbG9yIiwiYmdfaW1nXzIiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8yIjoiIzMzMzMzMyIsImJnX3R5cGVfMyI6ImNvbG9yIiwiYmdfaW1nXzMiOiIiLCJiZ19jb2xvcl8zIjoiIzMzMzMzMyIsImZpZWxkX2Vycm9yX2ludmFsaWQiOiIiLCJmb3JtX3NlbnRfbXNnIjoiT2JyaWdhZG8gcG9yIG5vcyBjb250YXRhciEiLCJmb3JtX3NlbnRfbXNnX2NvbG9yIjoiIzRhZThlYSIsImhpZGVfb25fc3VibWl0IjoiMSIsInJlZGlyZWN0X29uX3N1Ym1pdCI6Imh0dHA6XC9cL3d3dy5lbWJhcnF1ZXBhamUuY29tLmJyIiwidGVzdF9lbWFpbCI6ImNvbnRhdG9AZW1iYXJxdWVwYWplLmNvbS5iciIsInNhdmVfY29udGFjdHMiOiIxIiwiZXhwX2RlbGltIjoiOyIsImZiX2NvbnZlcnRfYmFzZSI6IiIsImZpZWxkX3dyYXBwZXIiOiI8ZGl2IFtmaWVsZF9zaGVsbF9jbGFzc2VzXSBbZmllbGRfc2hlbGxfc3R5bGVzXT5bZmllbGRdPFwvZGl2PiJ9LCJmaWVsZHMiOlt7ImJzX2NsYXNzX2lkIjoiMTIiLCJuYW1lIjoiTm9tZSIsImxhYmVsIjoiIiwicGxhY2Vob2xkZXIiOiJOb21lIiwidmFsdWUiOiIiLCJ2YWx1ZV9wcmVzZXQiOiIiLCJodG1sIjoidGV4dCIsIm1hbmRhdG9yeSI6IjEiLCJtaW5fc2l6ZSI6IiIsIm1heF9zaXplIjoiIiwiYWRkX2NsYXNzZXMiOiIiLCJhZGRfc3R5bGVzIjoiIiwiYWRkX2F0dHIiOiIiLCJ2bl9vbmx5X251bWJlciI6IjAiLCJ2bl9vbmx5X2xldHRlcnMiOiIwIiwidm5fcGF0dGVybiI6IjAiLCJ2bl9lcXVhbCI6IiIsImljb25fY2xhc3MiOiIiLCJpY29uX3NpemUiOiIiLCJpY29uX2NvbG9yIjoiIiwidGVybXMiOiIifSx7ImJzX2NsYXNzX2lkIjoiMTIiLCJuYW1lIjoiRS1tYWlsIiwibGFiZWwiOiIiLCJwbGFjZWhvbGRlciI6IkUtbWFpbCIsInZhbHVlIjoiIiwidmFsdWVfcHJlc2V0IjoiIiwiaHRtbCI6ImVtYWlsIiwibWFuZGF0b3J5IjoiMSIsIm1pbl9zaXplIjoiIiwibWF4X3NpemUiOiIiLCJhZGRfY2xhc3NlcyI6IiIsImFkZF9zdHlsZXMiOiIiLCJhZGRfYXR0ciI6IiIsInZuX29ubHlfbnVtYmVyIjoiMCIsInZuX29ubHlfbGV0dGVycyI6IjAiLCJ2bl9wYXR0ZXJuIjoiMCIsInZuX2VxdWFsIjoiIiwiaWNvbl9jbGFzcyI6IiIsImljb25fc2l6ZSI6IiIsImljb25fY29sb3IiOiIiLCJ0ZXJtcyI6IiJ9LHsiYnNfY2xhc3NfaWQiOiIxMiIsIm5hbWUiOiJBc3N1bnRvIiwibGFiZWwiOiIiLCJwbGFjZWhvbGRlciI6IkFzc3VudG8iLCJ2YWx1ZSI6IiIsInZhbHVlX3ByZXNldCI6IiIsImh0bWwiOiJ0ZXh0IiwibWFuZGF0b3J5IjoiMSIsIm1pbl9zaXplIjoiIiwibWF4X3NpemUiOiIiLCJhZGRfY2xhc3NlcyI6IiIsImFkZF9zdHlsZXMiOiIiLCJhZGRfYXR0ciI6IiIsInZuX29ubHlfbnVtYmVyIjoiMCIsInZuX29ubHlfbGV0dGVycyI6IjAiLCJ2bl9wYXR0ZXJuIjoiMCIsInZuX2VxdWFsIjoiIiwiaWNvbl9jbGFzcyI6IiIsImljb25fc2l6ZSI6IiIsImljb25fY29sb3IiOiIiLCJ0ZXJtcyI6IiJ9LHsiYnNfY2xhc3NfaWQiOiIxMiIsIm5hbWUiOiJNZW5zYWdlbSIsImxhYmVsIjoiIiwicGxhY2Vob2xkZXIiOiJNZW5zYWdlbSIsInZhbHVlIjoiIiwidmFsdWVfcHJlc2V0IjoiIiwiaHRtbCI6InRleHRhcmVhIiwibWFuZGF0b3J5IjoiMSIsIm1pbl9zaXplIjoiIiwibWF4X3NpemUiOiIiLCJhZGRfY2xhc3NlcyI6IiIsImFkZF9zdHlsZXMiOiIiLCJhZGRfYXR0ciI6IiIsInZuX29ubHlfbnVtYmVyIjoiMCIsInZuX29ubHlfbGV0dGVycyI6IjAiLCJ2bl9wYXR0ZXJuIjoiMCIsInZuX2VxdWFsIjoiIiwiaWNvbl9jbGFzcyI6IiIsImljb25fc2l6ZSI6IiIsImljb25fY29sb3IiOiIiLCJ0ZXJtcyI6IiJ9LHsiYnNfY2xhc3NfaWQiOiIxMiIsIm5hbWUiOiJFbnZpYXIiLCJsYWJlbCI6IkVudmlhciIsImh0bWwiOiJzdWJtaXQiLCJhZGRfY2xhc3NlcyI6IiIsImFkZF9zdHlsZXMiOiIiLCJhZGRfYXR0ciI6IiIsImljb25fY2xhc3MiOiIiLCJpY29uX3NpemUiOiIiLCJpY29uX2NvbG9yIjoiIiwidGVybXMiOiIifV0sIm9wdHNfYXR0cnMiOnsiYmdfbnVtYmVyIjoiNCJ9fSwiaW1nX3ByZXZpZXciOiJiYXNlLWNvbnRhY3QuanBnIiwidmlld3MiOiI0MTMiLCJ1bmlxdWVfdmlld3MiOiIyODgiLCJhY3Rpb25zIjoiMjUiLCJzb3J0X29yZGVyIjoiMSIsImlzX3BybyI6IjAiLCJhYl9pZCI6IjAiLCJkYXRlX2NyZWF0ZWQiOiIyMDE2LTA1LTAzIDE1OjAxOjAzIiwiaW1nX3ByZXZpZXdfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvc3Vwc3lzdGljLTQyZDcua3hjZG4uY29tXC9fYXNzZXRzXC9mb3Jtc1wvaW1nXC9wcmV2aWV3XC9iYXNlLWNvbnRhY3QuanBnIiwidmlld19pZCI6IjExXzk0MjQ0OSIsInZpZXdfaHRtbF9pZCI6ImNzcEZvcm1TaGVsbF8xMV85NDI0NDkiLCJjb25uZWN0X2hhc2giOiJhMjYzZTQwMWE5NjhlZjc5YjkyMTAzMGJiZTNhZmQ2MSJ9